Como a tecnologia Blockchain pode sacudir a profissão jurídica?

Blockchain é certamente a palavra da moda no momento, e por um bom motivo. É uma tecnologia de amplo alcance que encontrará futuras aplicações em muitos campos diferentes. Neste artigo, quero dar uma olhada em como o blockchain pode impactar a profissão jurídica. Além disso, discutirei os tipos de mudanças que podemos esperar da tecnologia blockchain.  

O que é tecnologia Blockchain?

A palavra blockchain se tornou sinônimo do mundo das criptomoedas. Não é incomum que as pessoas pensem que blockchain e Bitcoin são a mesma coisa. No entanto, este não é o caso. Blockchain é a inovação que sustenta o Bitcoin e outras criptomoedas.

Em sua essência, o blockchain é simplesmente um banco de dados compartilhado em uma grande rede. Isso é conhecido como livro-razão distribuído. Isso significa que um registro do banco de dados é mantido em muitos lugares diferentes, por isso é difícil de adulterar ou destruir.

A inovação com o blockchain, no entanto, é a forma como as informações são adicionadas a esse banco de dados. Adicionar ‘blocos’ ao blockchain requer muitos computadores diferentes para verificar esta adição na rede que armazena o blockchain. Isso torna muito difícil alterar fraudulentamente os dados armazenados no blockchain. O que é poderoso aqui é que não há necessidade de enviar acréscimos a uma autoridade central para verificação. Em vez disso, qualquer grupo grande o suficiente de máquinas no blockchain pode verificar. Isso é o que permite que criptomoedas como Bitcoin possibilitem transações de valor sem a necessidade de um banco centralizado.

Depois que algo é adicionado ao blockchain, um registro dele é mantido para sempre de uma maneira segura e livre de violação. Isso o torna uma ferramenta incrivelmente poderosa para qualquer tipo de manutenção de registros.   

Armazenamento Seguro de Longo Prazo

O fato de que o blockchain pode sustentar o armazenamento de informações de longo prazo de uma forma à prova de falsificação e segura é uma forma pela qual ele pode ser usado na profissão jurídica. Alguns exemplos sugeridos são o uso do blockchain para manter um registro dos direitos de propriedade intelectual ou registros legais específicos, como acusações criminais. Até notas de venda poderia ser armazenado desta forma.

O poder do blockchain aqui é que sua natureza distribuída significa que esses registros não seriam perdidos mesmo se um banco de dados ou máquina específicos falhar. Além disso, o fato de você poder adicionar informações ao bloco sem precisar passar por uma única autoridade central ajudaria a evitar gargalos, permitindo um armazenamento de dados mais rápido e eficiente sem qualquer perda de segurança.   

Acesso público

Outro dos recursos poderosos do blockchain é o acesso público para bloquear a si mesmo. Isso o torna um sistema muito transparente, algo que o torna ideal para muitas áreas do direito onde a supervisão pública é importante.

Embora grande parte da lei deva ser publicada em público, muitas vezes é difícil vir e difícil de usar esses registros. Isso torna incrivelmente difícil para o público realmente se envolver. Em vez disso, o público poderia acessar os registros do blockchain, pois seriam acessíveis e pesquisáveis ​​por qualquer máquina conectada à rede. Isso permitiria um nível mais alto de envolvimento do público no processo legal. Também oferecerá melhor supervisão e poderá promover um melhor senso de inclusão.

Essencialmente, ao tornar os processos jurídicos transparentes e visíveis, ajuda a criar confiança de que o sistema jurídico é justo e justo. Blockchain certamente poderia ajudar a conseguir isso.

Contratos Inteligentes

Em 2015, foi lançado o Ethereum. Esta era uma nova plataforma de criptomoeda e computação que usava a tecnologia blockchain para facilitar os contratos inteligentes. Desde o lançamento do Ethereum, muitas empresas de blockchain lançaram seus próprios projetos usando contratos inteligentes, fazendo uso da estrutura Ethereum.

Um contrato inteligente é um acordo entre duas pessoas codificado no blockchain. A ideia central é que o contrato “se executa”. Não há necessidade de enviar a terceiros para verificação.

Para muitos, isso sinalizou a evolução do blockchain, porque levou a ideia um passo adiante. O bloco não era mais usado para armazenar transações. Em vez disso, pode ser usado para armazenar acordos ou contratos entre dois usuários.

É claro que essa ideia pode revolucionar o mundo do comércio, onde quase tudo pode ser codificado como contratos. Ter um sistema no qual contratos podem ser criados e cumpridos em tempo real, sem a necessidade de ratificação por um sistema centralizado, pode criar grande eficiência em todos os tipos de negócios. E, claro, a profissão jurídica não é exceção.

Para alguns profissionais do direito, a ideia de um contrato inteligente pode, na verdade, parecer mais um ameaça do que uma bênção. Afinal, na maioria das empresas, são advogados que precisam lidar com os aspectos essenciais dos contratos jurídicos. Se esse processo pudesse ser automatizado, talvez menos advogados seriam necessários.

Conclusão

O mundo do blockchain é uma tecnologia jovem e de rápida evolução. Isso torna as previsões sobre como exatamente essas tecnologias vão se sair difíceis. Esperançosamente, embora este artigo tenha explicado de alguma forma as maneiras básicas pelas quais podemos esperar que o blockchain atrapalhe a profissão jurídica.

ResumoComo a tecnologia Blockchain pode sacudir a profissão jurídica?Nome do artigoComo a tecnologia Blockchain pode sacudir a profissão jurídica? Descrição Com o rápido crescimento do blockchain, surge a nova questão: Qual é o futuro deste mundo onde o blockchain está se tornando parte de nossas vidas? Neste artigo, discutiremos o possível impacto do blockchain na profissão jurídica.